segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

DIRETORIA DO BLOG DESEJA AOS LEITORES FELIZ 2013

 
Dê amor e carinho e receberá igual ou mais...
Tenha a paz no seu coração e voará tão alto que jamais será alcançado (a) pelo mal...
Brinde sem exageros e terá o equilíbrio, a vida...
Creia que é capaz e alcançará seus objetivos.
Acredite... Uma boa ideia se transformará numa realização...
Preserve a própria vida e respeite a vida alheia. Economize, mas com sabedoria. Não deixe de viver a vida por economia a pouco dinheiro e nem se venda por ele.
Ame com intensidade.
Não tenha medo de alcançar as estrelas.
E o mais importante dos ingredientes...
Encontre-se com Deus todos os dias...
Assim tudo se tornará muito mais simples e o seu ano será Iluminado!

Postado Por:Daniel Filho de Jesus/Damiana Sheylla

DEUS TUDO VÊ!

Para Sua glória
Leitura: 1 Pedro 4:12-16
 …não estranheis o fogo ardente que surge no meio de vós […], alegrai-vos […] na revelação de sua glória… —1 Pedro 4:12-13
Você pode aprender muito ao caminhar com outras pessoas em tempos de dificuldade. Isso foi o que ocorreu conosco quando nossos amigos Samuel e Carol percorreram a jornada do câncer de Samuel. Durante um ano, vigiamos e oramos, enquanto ele se submetia ao tratamento e à dor. E, justamente quando parecia que ele estava a salvo, um novo diagnóstico relatou mais câncer.
O desapontamento foi óbvio. O segundo ano se pareceria muito com o primeiro, pois Samuel teria de passar novamente por quimioterapia e sofrer novamente com os enjoos e efeitos colaterais.
Mas, quando Sam nos falou sobre suas expectativas com mais meses de tratamentos, disse algo que todos podemos aprender: “Queremos ter certeza de que, por meio de tudo, Deus receba a glória e que reflitamos Seu amor pelos outros.” Imagine só! Enquanto enfrentava outro ano de dor e provações, a primeira prioridade de Samuel era demonstrar o amor de Deus por meio daquela experiência. Ele tinha expectativas sobre o momento da “revelação de sua [Deus] glória” (1 Pedro 4:13).
Carol escreveu aos amigos: “Tem sido um ano de provações, mas Deus sempre nos tem conduzido com Sua misericórdia e graça. Que nunca afastemos os nossos olhos dele e de Seu amor por nós.”
Quais as montanhas que você enfrenta? Como Samuel e Carol, você também pode depender da graça de Deus para prosseguir. Ore também para que você possa refletir Seu amor.
As crescentes provações apenas fazem a lâmpada da graça brilhar ainda mais.
Por:Damiana Sheylla

Resultado do vestibular da UFRN será divulgado próxima quinta-feira


O Núcleo Permanente de Concursos (Comperve) divulgou em sua página oficial na internet de que o resultado final do último vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) organizado pelo órgão será anunciado na próxima quinta-feira (03). Ao todo 12.817 candidatos passaram para a segunda fase e tiveram a redação e as provas discursivas, de acordo com a área específica pretendida na graduação, corrigidas.
A partir das 10 horas, na TV Universitária (TVU), todos os 3.015 nomes dos aprovados nos 84 cursos da instituição serão mostrados, como de costume. Uma hora depois, os mesmos nomes estarão disponíveis do sítio na comperve, no endereço
www.comperve.ufrn.br.
A partir de 2014, só terá acesso de novos alunos através das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Superintendente do BNB confirma 5 novas agências no RN em 2013


O superintendente do Banco do Brasil do Nordeste (BNB), João Nilton Castro Martins, do Rio Grande do Norte, informou que as cidades de Ceará Mirim, João Câmara, Macaíba e Umarizal vão ganhar novas agências em 2013.
A informação foi passada durante a inauguração da nova agência do BNB em Natal, com a presença de várias autoridades da capital. A deputada federal Fátima Bezerra, do PT, destacou que esta ampliação é um pedido dela ao governo do então presidente Lula.
“É importante que o RN também seja bem contemplado na expansão do BNB para que essas novas agências possam servir de incentivo às atividades e ao desenvolvimento econômico e social da região”, justificou a deputada durante a solenidade.
Durante a solenidade de inauguração dessa que é a 15ª agência do BNB no RN, Fátima Bezerra entregou ao superintendente regional requerimento que sugere justamente a instalação dessas unidades com base em estudos realizados pela própria instituição.
Requerimento já tinha sido entregue também ao presidente nacional do BNB, Ary Joel Lanzarin. Além das novas agências anunciadas, a deputada pede também no requerimento que seja incluída outra para Parelhas, e a instalação do Centro Cultural do BNB em Natal.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Despedida de 2012 e entrada de 2013 sem ressaca


Champanhe, vinho, cerveja e festa, muita festa. Algumas pessoas acabam exagerando na bebida alcoólica durante o Réveillon e passam mal logo no primeiro dia do novo ano. É a famosa ressaca. Quem passa dos limites pode acordar com sede, enjoo, palidez, tremor nas mãos, irritabilidade, fadiga e dor de cabeça (normalmente latejante).
A reação ao álcool vai depender de cada pessoa. Em alguns, apenas uma taça de vinho pode provocar ressaca, outras pessoas podem experimentar um tipo de bebida por vez, sem misturar, e ficar numa boa. Há ainda quem tenha sensibilidade a certos tipos de bebidas, do mesmo modo que se tem sensibilidade a certos alimentos.
“Em quem é sensível às bebidas alcoólicas, a dor (de cabeça) aparece meia hora ou uma hora após a ingestão, tempo da concentração máxima de álcool no sangue”, diz o clínico Rodrigo Cardoso. “É bom desconfiar das bebidas baratas. Quando uma pessoa ingere uma bebida mal destilada, ingere substâncias tóxicas que causam mais danos ao fígado, cérebro e outros órgãos, e tem ressaca mais severa”, completa a endocrinologista Claudia Nogueira, do Centro de Qualidade de Vida.
DICAS
A nutricionista funcional Juliana Novaes divulgou algumas dicas para evitar os efeitos da ressaca.
Nunca beba de estômago vazio; dê preferência a alimentos ricos em carboidratos e às frutas.
Evite misturar bebidas e as que você já sabe que podem fazer mal ao seu organismo. Procure saber o quanto você pode beber sem passar mal e permaneça sempre dentro desse limite.
Sempre beba água, que ajuda a diluir a quantidade excessiva de álcool no corpo.
Água de coco é ótima opção para hidratar.. 
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Dilma destaca avanços petistas

















A presidente Dilma Rousseff destacou o crescimento da inclusão social, com o combate à desigualdade, além da solidez econômica do Brasil, em artigo sobre os dez anos de governo do PT (2003-2012), publicado, ontem, pela "Folha de S.Paulo". De acordo com ela, nos oito anos de governo do ex-presidente Lula e nos dois sob o comando dela, as prioridades foram educação, saúde e habitação para todos, bem como a retomada de investimentos públicos em infraestrutura e na competitividade da economia.
"O Brasil que emerge dos últimos dez anos é um país mais inclusivo e sólido economicamente. O objetivo do meu governo é aprofundar estas conquistas", escreveu a presidente. Dilma citou ainda que a crise econômica mundial, iniciada em 2007, "devastou milhões de empregos e esperanças", mas que no Brasil ocorreu o contrário, com cerca de 40 milhões de pessoas incorporadas à nova classe média. Ela destacou também o combate à miséria extrema, o crescimento da renda, e a queda da desigualdade desde 2003.
"Nesta década, foram criados, sem perda de direitos trabalhistas, 19,4 milhões de novos empregos", informou.
Sem citar nomes de ex-presidentes anteriores a Lula, Dilma reconhece, no artigo, que "os avanços dos últimos dez anos (...) foram construídos sobre uma base sólida". Para ela, "desde o fim do regime de exceção, cada presidente enfrentou os desafios do seu tempo. Eles consolidaram o Estado democrático de Direito, o funcionamento independente das instituições e a estabilidade econômica".
Segundo Dilma, as ações dos seus primeiros dois anos de governo abriram condições para "um novo ciclo virtuoso de investimento produtivo". "Ao longo de 2012, lançamos planos de concessões de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, que abrem as condições para um novo ciclo virtuoso de investimento produtivo", escreveu.
ProjetosNo texto, Dilma mencionou ainda medidas anunciadas em 2012, como os planos de concessões, de reduções da carga tributária, da tarifa de energia e a desoneração da folha de pagamentos para vários setores. "São medidas fundamentais para aumentar a competitividade das empresas brasileiras e gerar as condições de um crescimento sustentável", afirmou.
Ela também voltou a defender o uso dos recursos oriundos da exploração do petróleo no Pré-sal para educação. "É a educação que irá nos transformar em um país socialmente menos injusto e economicamente mais desenvolvido", escreveu a mandatária brasileira.
DescansoDesde que chegou à Bahia, na última sexta-feira, para o recesso de fim de ano, a presidente Dilma Rousseff permanece descansando na companhia de familiares na Base Naval de Aratu. Dilma passou o último Réveillon e o Carnaval deste ano na base e, nessas ocasiões, não costuma receber visitas ou despachar com autoridades.
Ainda não há previsão sobre a data de retorno de Dilma a Brasília. A base de Aratu costuma ser o local escolhido por Dilma para passar os períodos de descanso por ser uma praia privada sob comando da Marinha.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Fred curte férias em lancha com amigos

Jogador Fred em lancha em Angra dos Reis, no Rio (Foto: Clayton Militão e Ricardo Leal/ foto Rio News)
Neste domingo, 30, jogador andou de jet ski em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.Fred está curtindo suas férias em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Neste domingo, 30, o jogador, de sunga, andou de jet ski e bebeu cerveja acompanhado de amigos em uma lancha.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

domingo, 30 de dezembro de 2012

DEUS TUDO VÊ!

Muita encrenca
Leitura: Josué 1:1-7
 …não te deixarei, nem te desampararei. —Josué 1:5
Um menino chamado Ricardo começou uma briga com Álvaro no pátio da escola após uma partida de futebol. O professor os apartou e eles foram enviados à diretoria. Mais tarde, Álvaro disse: “E, é claro, como sempre, nós dois nos metemos numa encrenca.” Mas, ele compartilhou ter aprendido uma lição: “Deus sempre está conosco, mesmo quando nos metemos em muita encrenca, como esta.”
A nação de Israel estava numa grande encrenca. Ainda assim, o Senhor prometeu ao seu novo líder: “…não te deixarei, nem te desampararei” (Josué 1:5). Josué estava assumindo a liderança dos israelitas após a morte de Moisés, imediatamente antes de eles entrarem na Terra Prometida. A encrenca estava no horizonte, com numerosas campanhas militares contra os seus inimigos pela frente (8:3; 9:1-2). Sem a presença de Deus, eles não poderiam começar a adquirir a terra.
Josué tinha grande fé no Senhor, como demonstrou ao espiar a terra de Canaã (Números 14:6-9). Mas, quando assumiu o papel de liderança, Deus recordou-lhe graciosamente que ele poderia ser corajoso por causa de Sua presença. Ele promete a mesma coisa aos Seus filhos nos dias de hoje (Hebreus 13:5-6).
Para os filhos de Deus de todas as idades é uma lição de conforto: O Senhor está sempre conosco. Mesmo quando “nos metemos em muita encrenca, como esta”.
Quando surgirem as encrencas, confie em Deus.
Por:Damiana Sheylla

SHEYLLA.COM O SEU DIA A DIA MUITO + GOSTOSO

Doce Preguiça (torta de Chocolate)
 
 ingredientes
  • 400 g de chocolate em pó
  • 300 g de manteiga sem sal
  • 100 g de açúcar
  • 7 ovos

Calda de baunilha e café

  • 200 ml de creme de leite fresco
  • 1 colher (café) de café instantâneo
  • 2 colheres (sopa) de mel
  • 1 colher (sobremesa) de essência de baunilha

modo de preparo

1- Numa batedeira coloque o chocolate em pó, a manteiga sem sal, o açúcar e os ovos (um por vez até engrossar). Bata bem por 10 a 12 minutos.
2- Numa fôrma de alumínio redonda (26 cm de diâmetro X 4 cm de altura) coloque 2 colheres (sopa bem cheias) da mistura da batedeira e forre o fundo da fôrma. Leve para assar em forno pré-aquecido a 200 graus por 3 a 5 minutos. Retire a fôrma do forno e deixe esfriar completamente em temperatura ambiente.
3- Depois de esfriar complete a fôrma com a mistura que ficou na batedeira e alise bem a superfície. Leve para o freezer por 2 horas no mínimo.

Calda de baunilha e café

Numa panela em fogo médio coloque o leite fresco, o café instantâneo, o mel, a essência de baunilha e deixe reduzir por mais ou menos 5 minutos, mexendo de vez em quando. Pode ser servida quente ou fria.
 Por:Sheylla Praxedes

Chega ao fim pior mandato do país


Termina no final deste ano, o mandato de Micarla de Sousa na Prefeitura de Natal (RN). Ela foi eleita em 2008 e afastada do cargo em outubro de 2009, após ter sido acusada de fazer desvios da verba pública. Micarla, que chegou a ter 92% de rejeição, teria feito pagamentos de funcionários de sua casa e comprado joias com o dinheiro público, ela nega. Depois de sua saída da Prefeitura, outros dois prefeitos a substituíram, mas tabmpem não permaneceram no mandato por muito tempo. Hoje, Natal acumula uma dívida de R$ 200 milhões e problemas na saúde, educação e saneamento. A partir de janeiro, o novo prefeito eleito, Carlos Eduardo Alves (PDT-RN), toma posse e promete resolver os problemas e cortar gastos no governo da cidade. Informações da Folha de S. Paulo.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Em marcha lenta, RN espera investimentos e incentivos

Entrevista/Rogério Marinho/ secretário de Desenvolvimento Econômico do RN
 O Rio Grande do Norte foi o estado nordestino que menos cresceu em termos de empregos formais, exportações e volume do Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos anos. Os indicadores mostram, entre outras coisas, que o estado está menos competitivo, e por isso, está ficando para trás. Recuperar o ritmo ostentado entre os anos de 1995 e 2002, quando cresceu mais que a região e o país, no entanto, é possível, desde que uma série de ações sejam implementadas, é o que defendem os especialistas.
Na avaliação de Carlos Wagner, coordenador de Estudos Regionais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o estado precisa criar um ambiente de negócios competitivo, se quiser recuperar terreno. "É preciso oferecer as condições ideais para que as empresas queiram se instalar no RN e consigam ser competitivas tanto no mercado local, nacional quanto internacional", afirma.
A competitividade entre as empresas, em muitos setores, torna-se um fator determinante, apontam Amarildo Hersen, mestre em Desenvolvimento Regional e Agronegócio pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e professor da Universidade Estadual do Centro-Oeste, e Jandir Ferrera de Lima, Ph.D em Desenvolvimento Regional pela Université du Québec (UQAC) e professor adjunto do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio da Unioeste, artigo publicado na Revista Econômica do Nordeste.
Segundo eles, as regiões de baixo dinamismo possuem custos expressivos de transporte. "Isso faz com que elas tenham um custo maior de produção e distribuição aliado a problemas com retorno de escala", acrescentam. Segundo estudo encomendado pelo Centro de Liderança Pública ao Intelligence Economist, o RN está entre os estados brasileiros menos competitivos. Diversos setores produtivos como a fruticultura, a mineração e a energia eólica, reclamam dos problemas de infraestrutura e logística do estado. Muitos chegam a importar ou exportar mercadorias por outros portos, como o de Suape, em Pernambuco, e o de Pecém, no Ceará, devido as limitações físicas do Porto de Natal, aumentando os custos e onerando o produto final.
Para Aldemir Freire, economista e chefe do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística no RN (IBGE/RN), é preciso atacar em várias frentes. "Investir em educação, saúde, segurança, infraestrutura e naquelas atividades que temos maiores vantagens competitivas". Para fisgar novas empresas, o governo tem apostado, entre outras coisas, na reformulação do Proadi - programa que oferece incentivos econômicos à praticamente todas as indústrias que pretendam instalar-se no Estado, flexibilizando a legislação e aumentando os benefícios.
Mas é preciso ir além, afirma Stélio Gama Lyra Júnior, diretor de Gestão de Desenvolvimento do Banco do Nordeste (BNB). Para ele, "promover o crescimento de estados menos dinâmicos economicamente é um processo lento e estrutural, que, sem sombra de dúvida, depende de melhorias relacionadas à qualificação da mão de obra, apoio à inovação, acesso a mercados e uma maior oferta de crédito".
Apesar do desafio, todos concordam que é possível encurtar a distância que separa os estados nordestinos. Entre as atitudes dos agentes econômicos que podem 'encurtar' esta distância, Stélio destaca a realização de mais obras de infraestrutura econômica, a elevação da escolaridade média e intensificação na formação de profissionais de nível médio e superior, o apoio a geração e difusão de inovações e a implementação de políticas que aproximem as empresas (especialmente as pequenas e médias) dos mercados nacional e internacional. Em linhas gerais, "Temos que repensar nossa matriz econômica e nossa estratégia de desenvolvimento", completa Aldemir Freire, do IBGE.
Desigualdades
O Nordeste cresceu na última década, até mais do que o país. O que muitos não sabem é que apesar de ter reduzido o abismo que o separava de outras regiões, o Nordeste - que ainda concentra mais da metade dos analfabetos e extremamente pobres do país - aumentou o abismo dentro do próprio território. Sem uma política de desenvolvimento regional eficaz, a desigualdade intrarregional aumentará ainda mais, alerta  Carlos Wagner, coordenador de Estudos Regionais do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). 
De acordo com o Instituto, é para Bahia, Pernambuco e Ceará - os três mais desenvolvidos - que vão 60% dos fundos constitucionais da região - 20% para cada, se os recursos fossem repartidos de forma igualitária ao menos entre eles. Os outros seis estados repartem entre si os 40% restantes - o que dá 6,6% para cada. É por essas e outras razões que estados como Pernambuco conseguem se desenvolver mais do que estados como o Rio Grande do Norte, afirma Carlos Wagner, do Ipea.
Estratégia deve ir além dos tributos, aponta estudo
Embora o governo do estado deposite suas esperanças para estimular o crescimento do estado em projetos como a reformulação do Proadi (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Estado do RN), que aguarda aprovação da governadora para seguir para votação na Assembleia Legislativa, estudos realizados em outros estados nordestinos já mostraram que conceder incentivos fiscais não é suficiente para atrair indústrias e diversificar a economia.
Segundo estudo realizado por Soraia Aparecida Cardozo, Doutora em Desenvolvimento Econômico com ênfase em Economia Regional e Urbana pela Universidade Estadual de Campinas, professora adjunta no Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia e coordenadora do núcleo de estudos e pesquisas em Desenvolvimento Regional e Urbano do instituto, publicado também na Revista Econômica do Nordeste, "o esforço dos estados periféricos na concessão de benefícios não é suficiente para alterar, substancialmente, a lógica da decisão locacional das atividades industriais", sobretudo das fábricas de bens de consumo duráveis e bens de capital.
Soraia analisou as políticas estaduais de atração de investimentos baseadas em isenção fiscal entre 1995 e 2008 no Ceará e concluiu que existem limites à mobilidade do capital (privado) em direção a estados mais pobres e com estruturas econômicas menos complexas. Fortaleza, destaca Soraia, passou a ser a microrregião mais industrializada do Nordeste em 2007 e uma das dez maiores do país, porque o Ceará adotou uma 'política agressiva de atração de indústrias' nos últimos anos.
Mas mesmo assim o estado, segundo a pesquisadora, atraiu poucas indústrias de bens de consumo duráveis e bens de capital. A maioria das indústrias que aportaram no Ceará no período pesquisado produziam alimentos, bebidas, roupas e calçados e foram atraídas principalmente pelo baixo custo da mão de obra.
A questão é que a industrialização do Nordeste, e particularmente do RN, sempre esteve assentada nos incentivos fiscais, e no baixo custo da mão de obra nos setores intensivos em trabalho (têxtil e confecções, alimentos, calçados), afirma Aldemir Freire, chefe do IBGE/RN.    
O economista ressalta que os custos de mão de obra, embora permaneçam baixos, estão subindo, e acrescenta que os estados podem perder uma certa margem de manobra com a unificação das alíquotas (de ICMS) para atrair investimentos. "Diante dessa situação, sem uma sólida política nacional de desenvolvimento regional que privilegie os espaços menos desenvolvidos, os investimentos tenderão a se dirigir para as economias mais fortes". O desafio do Rio Grande do Norte, e dos estados que assim como ele crescem menos do que a maioria, é fazer com que isso não ocorra.
"O RN precisa de um plano de logística para crescer"
O deputado federal Rogério Marinho(foto), que assumiu recentemente a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, está ciente da tarefa que terá pela frente. O secretário, no comando de uma das pastas mais estratégicas, reconhece a distância que separa Estados como Ceará de outros como o RN e aposta na elaboração de um plano estadual de logística para encurtá-la. O plano, segundo ele, poderá ficar pronto em um ano e servirá de ponto de partida para pleitear mais recursos para o estado e direcionar os investimentos. No momento, a secretaria conversa com parceiros. "O plano tem um custo", diz.
O RN está crescendo menos que os outros Estados nordestinos, em termos de empregos formais, exportações e produto interno bruto. Por que o RN cresce menos?
A resposta é óbvia. Não há grandes segredos. Somos um Estado com menor representação política, com menor área territorial e nos últimos 20 anos investimos pouco em logística. As oportunidades geradas no ciclo de desenvolvimento dos últimos dez anos foram aproveitadas pelos estados que tinham melhor condição logística, melhor infraestrutura de escoamento de produção. 
Como reverter essa situação?
Para enfrentarmos essa situação é necessário que o Estado tenha um plano ordenado de logística de médio e longo prazo que consiga dotar o estado de uma infraestrutura intermodal, que contemple aeroporto, ferrovia, duplicação de rodovias.
Em estudo elaborado, a pedido da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), o RN aparece como um dos Estados que menos receberão investimentos em logística no Nordeste. Isso não aumentaria ainda mais a distância que separa o Estado de outros como Ceará e Pernambuco?
Nós estamos sendo colocados a reboque ainda mais dos estados de Ceará e Pernambuco. Temos que apresentar uma alternativa.
O plano estadual de logística é essa alternativa? Quando ele fica pronto?
Esperamos contratar uma consultoria até janeiro para elaborá-lo. Estamos conversando com nossos parceiros. O plano tem um custo. Com esse plano de logística, vamos ter condições de discutir junto ao Ministério de Planejamento projetos que contemplem  o RN dentro do Orçamento Geral da União. É necessário termos subsídios técnicos para convencer a área de planejamento do Governo Federal. Esse plano deve ficar pronto até o final de 2013.
A gente vê o percentual do orçamento destinado aos investimentos cair ano a ano. Isso explica em parte a situação em que o Estado se encontra?
Esses dois primeiros  anos foram anos em que o governo buscou formatar os projetos que já existiam, mas principalmente melhorar a capacidade de endividamento do estado e resolver pendências do governo. Boa parte desses investimentos em infraestrutura para saírem do papel dependem  de financiamento externo, da capacidade de endividamento e de contrapartida. Acredito que 2013 será o ano do governo colocar o que planejou em prática. Nosso papel é fazer com que o plano estadual de logística seja elaborado. Ele, na minha opinião, é fundamental para colocar o RN em igualdade de competição com os estados vizinhos para sairmos desse buraco onde nos encontramos. Hoje existem dois Nordestes: Bahia, Ceará e Pernambuco, que crescem de uma maneira diferenciada em função de sua condição logística, e  outros como o RN, que estão numa situação mais difícil.

Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Prefeito Flaviano de Apodi apresenta logomarca


O prefeito eleito de Apodi, Flaviano Monteiro, e o vice, José Maria, reuniram a Imprensa na noite de sexta-feira (28), no auditório da CDL, para apresentar o logomarca e o slogan da nova gestão e também para agradecer aos profissionais da comunicação pelo relevante serviço prestado à comunidade.
A arte foi criada e apresentada pelo futuro secretário de Turismo, Isaac Paiva, que mostrou o processo de criação com a proposta de integração das quatro regiões do município e o fortalecimento da identidade do apodiense com o “Apodi Terra Querida”.
A intenção do evento foi mostrar que na nova gestão, a imprensa será sempre convocada para mediar os fatos relacionados à gestão municipal. “O papel da nossa imprensa, permitindo que os apodienses espalhados por todo o mundo estejam sempre atualizados sobre o que acontece aqui, é muito importante, principalmente para mostrar a lisura e a transparência dos nossos atos”, destacou Flaviano.
Os futuros gestores de Apodi aproveitaram para anunciarem que, além do empenho da emenda de um milhão de reais, do deputado Fábio Faria para a UERN, o empenho de 2 milhões e duzentos, através do Ministério de Desenvolvimento Agrário, para a revitalização do Açougue e Mercado Público.
O prefeito eleito falou ainda da aprovação, pelo Ministério do Esporte, do ministro Aldo Rebelo (PC do B), de um estádio de futebol para Apodi, no valor de três milhões. “Durante esses quase noventa dias, nos empenhamos em buscar parcerias para o nosso município, sem nos preocuparmos com cores partidárias, porque estamos focados em fazer o melhor para o nosso Apodi”, finalizou Flaviano.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Tecnologia revoluciona as operações bancárias

 
Leitura da íris e da palma da mão e até a voz são as promissoras armas para zerar o número de golpes virtuais em contas bancárias no próximo ano. Tecnologias como biometria, códigos cifrados como o QR Code, certificação digital e teclado virtual são os investimentos das instituições financeiras para garantir a segurança dos clientes em 2013.
Para as pessoas jurídicas, o Banco do Brasil criou o BB Token, um dispositivo de segurança com conexão USB, semelhante a um pen drive, contudo sem a função de armazenamento de arquivos. O gerente executivo da Diretoria de Gestão de Segurança do Banco do Brasil, Luiz Fernando Ferreira Martins, explica que os dados são criptografados e que os clientes podem fazer as transações com mais segurança.
Para as pessoas físicas, o BB oferece uma solução baseada na tecnologia QR Code (código de barras bidimensional) e criptografia, oferecendo mais praticidade e segurança aos clientes que utilizam a internet.
TRANSAÇÕES MAIS ÁGEIS
Para o gerente financeiro do Rio Scenarium, Ceslau Torzecki, 28 anos, as transações ficaram mais ágeis com o dispositivo móvel, além de mais fácil, pois não há necessidade de fazer as operações sempre no mesmo computador.
Executivo do HSBC, Leignes Andreatti lembra que há pouco tempo os cartões com chip eram a grande novidade e que, hoje, biometria e demais tecnologias com identificação digital vão dominar o mercado no setor bancário.
Gerente regional da Caixa Econômica Federal, Thiago Blanc destaca que o banco lançou o aplicativo de educação financeira chamado “Se Liga na Caixa”, com foco principal no público universitário que pode não estar acostumado com as novas tecnologias nas operações.
Segundo Blanc, o jogo é uma forma divertida e educativa de ensinar aos jovens como administrar seus recursos e a equilibrar a saúde financeira. O download pode ser feito pelo iTunes, no link http://itunes.apple.com
Teclado virtual é reforço na hora de informar as senhas
Para garantir a segurança nas operações virtuais na conta de um usuário, vale qualquer mecanismo. Um deles é o teclado virtual, que passa despercebido para quem usa, mas veta qualquer brecha para que softwares maliciosos tenham acessos às senhas na web.
Mas afinal, tecnicamente, qual é o propósito dessa ferramenta? Analista de Tecnologia da Informação da Snap Informática, Diego Ramirez explica: “O teclado virtual faz com que vírus não identifiquem o que o usuário digite. Existem softwares que fazem um ‘key map’, ou seja, gravam tudo que é digitado no computador”. Quando se digita só com cliques, mais chances de garantir a segurança.
Segundo o especialista, até esse simples recurso causa receio, pois é preciso baixar programas como Flash e ActiveX para fazer o teclado virtual funcionar. Poucos sabem qual é a finalidade das novas tecnologias, mas é bom investigar qual é o verdadeiro uso dessas ferramentas. Vale consultar junto aos sites do bancos ou até questionar funcionários nas agências.
Leitura digital dos clientes já é implementada no país
O Bradesco tem 94% de sua rede de agências com leitor biométrico. No Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco, a cobertura é de 100%. O diretor do departamento Bradesco Dia e Noite, Luca Cavalcanti, explica que as operações com o uso da palma da mão tornaram as transações 40 segundos mais rápidas.
O Banco do Brasil já está com projeto piloto em alguns estados e, no primeiro semestre de 2013, vai oferecer 7.500 pontos com biometria. Um dos diferenciais é que o cadastro da palma da mão poderá ser feito no caixa eletrônico.
Já os clientes Itaú que têm biometria cadastrada podem efetuar saques em caixas eletrônicos até um determinado valor sem uso do cartão. Segundo Erick Vils, não é preciso ter dúvidas quanto à cicatrizes, deformidades ou mão suada. Esses mecanismos foram bem desenvolvidos para todas as possibilidades de leitura. 
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

110 vagas de até R$ 11 mil na AL da Paraíba


A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) divulgou dois editais para a realização do concurso público. Estão sendo oferecidas 110 vagas e os salários oferecidos variam de R$ 1.213,38 a R$ 11 mil.
O primeiro edital oferece 20 vagas de consultor legislativo e duas de analista legislativo, que exigem nível superior completo. A remuneração chega a R$ 2.022,27.
Para o posto de assessor técnico legislativo (nível médio completo) são 16 vagas e a remuneração é de R$ 1.449,30. O maior número de oportunidades é para assistente legislativo (Ensino Fundamental II completo). São 71 postos disponíveis e o vencimento é de R$ 1.213,38.
A taxa de inscrição para os cargos do primeiro edital são de R$ 83 para nível superior, R$ 58 para nível médio e R$ 45 para o fundamental.
O segundo edital é para o cargo de procurador. A inscrição custa R$ 95 e a Assembleia Lesgislativa solicitará a presença de representante da OAB/PB na aplicação das provas. O candidato deve ter diploma devidamente registrado de conclusão de curso de graduação de ensino superior em Direito, fornecido por Instituição reconhecida pelo Ministério da Educação e estar inscrito na OAB. Será disponibilizada apenas uma vaga e o subsídio é de R$ 11 mil.
O certame está sendo organizado pela Fundação Carlos Chagas. Há 37 anos a ALPB não realizava um concurso público.
Inscrições e seleçãoAs inscrições serão aceitas de 7 de janeiro de 2013 a 6 de fevereiro 2013, pelo site http://www.concursosfcc.com.br. Para todos os cargos, a prova objetiva, constará de questões objetivas de múltipla escolha, com cinco alternativas e será realizada no dia 7 de abril. Para os cargos de consultor, analista e assessor técnico legislativo haverá prova de redação. Para o cargo de assistente legislativo será necessária prova de digitação. Postado Por:Daniel Filho de Jesus

SP teve 135 apostas sorteadas com prêmios da Mega-Sena na história


São Paulo é o estado que teve mais apostas da Mega-Sena contempladas na história da loteria. Foram 135 vezes, segundo a Caixa Econômica Federal (CEF). Minas Gerais aparece em seguida com 51 apostas vencedoras. Rio de Janeiro vem em terceiro com 44 'sortudos'.
Roraima e Amapá foram os dois únicos estados que nunca tiveram apostas vencedoras, ainda de acordo com o levantamento da CEF.
O sorteio do concurso 1.455 da Mega da Virada será realizado às 20h desta segunda-feira (31) e o prêmio estimado é de R$ 230 milhões, considerado o maior da história da loteria.
Veja a lista completa dos estados 'sorteados'
SP    MG  RJ    PR   RS    DF    SC   BA   PE   CE  GO  ES  RN   MS
135514437242217171714121088     
PBROMTPAAMMASEPIALACTORRAP
6666544421100
 Números mais sorteadosOs dez números mais sorteados na Mega-Sena, desde a sua criação, são 5, 33, 54, 51, 43, 53, 4, 24, 29 e 17.
Segundo levantamento da CEF, o número 5 foi contemplado 177 vezes; o número 33 foi sorteado 163 vezes; o 54 saiu 162 vezes; o número 51 apareceu 161 vezes; o 43 saiu 160 vezes; a dezena 53 saiu 160 vezes; o 4 foi sorteado 159 vezes; o número 24 foi contemplado 158 vezes; seguido do 29, que saiu 158 vezes e o 17, que saiu 157 vezes.
A CEF informou ainda que número 10 já foi sorteado em dois sorteios de Mega da Virada,  em 2009 e 2010.
Na poupança
O prêmio recorde de R$ 230 milhões pode ter rendimento de R$ 32 mil por dia se aplicado na poupança, segundo cálculo feito pela CEF. O rendimento mensal pode passar de R$ 982 mil na mesma aplicação.

Segundo a CEF, foram arrecadados até esta sexta-feira (28) quase R$ 409 milhões para o concurso especial, com mais de 386 milhões de bilhetes. A previsão é que sejam arrecadados mais de R$ 600 milhões, o que pode elevar ainda mais o prêmio principal.
Com o valor total do prêmio, o novo milionário poderá comprar quase dois mil carros de luxo ou 460 imóveis de R$ 500 mil cada.
A Mega da Virada não acumula. Se não houver ganhadores na faixa principal, o prêmio será dividido entre os acertadores da Quina e assim por diante.
Como apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 14h (horário de Brasília) do dia 31 de dezembro. O preço da aposta simples é de R$ 2 e, este ano, pela primeira vez, é possível fazer apostas na Mega da Virada com o Bolão. O valor mínimo é de R$ 10 e cada cota deve ser de, no mínimo, R$ 4.

Bolão
O apostador também pode decidir comprar sua cota de um bolão organizado pela própria lotérica e, nesse caso, poderá pagar uma tarifa de serviço de até 35% do valor da cota. O bolão deve ter no mínimo 2 e no máximo 100 cotas, sendo uma excelente oportunidade para concorrer em conjunto e aumentar as chances de ganhar.

Postado Por:Daniel Filho de Jesus

sábado, 29 de dezembro de 2012

DEUS TUDO VÊ!

Lições de uma cerca
Leitura: Mateus 7:21-29
Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. —Mateus 7:24
Quando uma parte da cerca de nossa casa foi derrubada por uma ventania de março, minha primeira reação foi culpar o homem que a construíra para mim apenas alguns meses antes. Refletindo melhor sobre o assunto, concluí que a culpa era minha. Quando a cerca estava quase completa, eu lhe disse que não havia necessidade de substituir quatro pilares da cerca antiga por outros novos de concreto. “Apenas fixe a cerca nova aos pilares antigos”, eu disse. “Será suficiente.” E foi — até chegarem os ventos.
Jesus contou uma poderosa história para enfatizar a importância de edificarmos nossas vidas no sólido alicerce da obediência à Sua Palavra. “Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia” (Mateus 7:24-26). Quando o vento e a chuva bateram contra as casas, somente aquela edificada sobre a rocha permaneceu em pé.
Escutar a Palavra de Deus é essencial, mas, fazer o que Ele diz é a chave para resistir às tempestades da vida. Nunca é tarde demais para começar a edificar sobre a Rocha.
Quando o mundo à sua volta está desmoronando, Deus é a Rocha em que você pode firmar-se.
Por:Damiana Sheylla

Deputados aprovam projeto que autoriza empréstimo


Os deputados aprovaram ontem os dois projetos de lei de autoria do Governo - o que autoriza a contratação de um empréstimo no valor de R$ 614,5 milhões junto ao Banco do Brasil e BNDES, além do que remaneja recursos não empenhados das emendas parlamentares. As duas matérias estão entrelaçadas. Parlamentares admitiram um acordo para que o Executivo libere as emendas empenhadas em troca da aprovação do financiamento. "O Governo assume o compromisso de pagar esses recursos oriundos das proposições parlamentares. As que estiverem habilitadas começarão a ser pagas desde agora, as que não estiverem entrarão em restos a pagar e serão liberadas em 2013", afirmou o líder do Governo Getúlio Rêgo.
O projeto do empréstimo pôde ser liberado, segundo os parlamentares da oposição, porque o Governo enviou o detalhamento da matéria como foi solicitado. Eles receberam uma narrativa com todas as ações contempladas por meio de um substitutivo, documento que, aliás, foi elaborado pela própria Assembleia. Nele, o Executivo justificou a posição de "não definir" de maneira minuciosa as obras para as quais serão destinados R$ 222,8 milhões do empréstimo, depois de retirados do total autorizado a parte para a "rolagem" de dívidas anteriores (R$ 391,6 milhões).
O ofício enviado à Assembléia,  assinado pelo diretor geral do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Demétrio Torres, sugerindo "não especificar as obras que serão contempladas no Pró-Investe, uma vez que os valores poderão servir de contrapartida  para qualquer das obras da relação anexa" também foi alvo de críticas. Para os deputados Fernando Mineiro (PT) e José Dias (PSD) o Governo "se atropelou" quando foi elaborar a proposta.
"Inicialmente a mensagem governamental enviada não continha sequer a parte do empréstimo que seria financiada junto ao BNDES, só havia referência ao Banco do Brasil. Se não tivéssemos percebido essa falha o projeto ia ser aprovado aqui e não seria autorizado pelas instituições financeiras", declarou Mineiro.
José Dias destacou a "ineficiência" da gestão Ciarlini. "A presidente lançou o pró-investe em julho, no mesmo período o Estado anunciou que tem direito, mas só enviou para a Casa nos 45 do segundo tempo", criticou José Dias. Ele foi mais além: "diante do rosário de incompetências não temos outra perspectiva. Esse governo não é confiável", emendou o parlamentar.
Os deputados aprovaram a matéria do empréstimo à unanimidade, mas dos aliados de Rosalba Ciarlini somente o líder na AL, Getúlio Rêgo, se pronunciou.

Oposição critica o remanejamento
O remanejamento de recursos no valor de R$ 16,6 milhões, oriundos das emendas parlamentares, para destinação livre do Executivo obteve três votos desfavoráveis - dos deputados José Dias, Fernando Mineiro e Márcia Maia (PSB). Eles alegaram que o excesso de arrecadação do Governo por si só já desmente a informação de que há uma necessidade premente de mais recursos para pagar obrigações diversas do Estado.
De acordo com José Dias e Fernando Mineiro somente este ano foram remanejados R$ 546 milhões em excesso de arrecadação. "Do dia 12 até agora foram relocados por excesso de arrecadação R$ 70 milhões. Que incoerência é essa?", questionou o petista.
De uma maneira geral, os deputados questionaram o porquê de somente terem sido pagas (até 19 de dezembro) R$ 5,02 milhões dos R$ 37,5 milhões previstos no orçamento para as emendas dos parlamentares. Por isso condicionaram a votação do empréstimo à liberação de R$ 17,9 milhões de valores empenhados (quando há a reserva do recurso, mas não o efetivo pagamento); e R$ 2,9 milhões pré-empenhados dessas emendas.
Não faltou ainda quem ironizasse o fato de haverem sido liberadas emendas de parlamentares da oposição em detrimento das sugeridas pelos governistas. "Quero aprender com a oposição como se faz para liberar emendas", ironizou Nélter Queiroz.

Líder destaca resultado da votação

O líder do Governo  da Assembleia Legislativa, deputado Getúlio Rego, afirmou ontem que a aprovação dos projetos solicitados pelo Executivo, inclusive pelos membros da oposição, no caso do empréstimo, é uma prova de que os pedidos eram de fato necessários e uma demonstração de que a administração da governadora Rosalba Ciarlini não está fragilizada perante os parlamentares.
O deputado estadual Getúlio Rego reforçou que o adiamento do pedido do empréstimo quinta-feira não representou descompassos entre a gestão democrata e os deputados. Para ele, a insuficiência de parlamentares presentes no plenário do legislativo estadual - motivada pela ausência de alguns governistas e a recusa dos oposicionistas de se somarem a contagem do quórum da sessão - são episódios naturais do jogo político.
"Não há fragilidade. Ao contrário, o Governo fez um pleito do interesse público e foi atendido", ressaltou o parlamentar do DEM. O democrata observou que a proposta do Executivo visa reduzir 50% da dívida fundada (de longo prazo), além de proporcionar ao Estado a execução de investimentos há muito pleiteados pela sociedade.

Encerramento
Terminada a votação dos projetos na sessão de ontem, o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Ricardo Motta (PMN) encerrou os trabalhos legislativos de 2013 destacando um ano proveitoso com 1800 requerimentos aprovados, além de 100 projetos de lei.
Para o presidente da Assembleia, não houve negociata em torno do empréstimo e da liberação das emendas dos deputados. "O Governo precisava da autorização desse refinanciamento e nós democraticamente analisamos e aprovamos", destacou.

Postado Por:Daniel Filho de Jesus

STF manda fechar agências dos Correios que não passaram por licitação


O ministro Joaquim Barbosa decidiu que as franquias dos Correios que não passaram por licitação deverão ser fechadas. A decisão foi anunciada ontem (28) pelo Supremo Tribunal Federal. Quase 900 das franquias, que realizam uma espécie de serviço terceirizado para os Correios, não passaram por licitação antes de serem contratadas. As agências funcionavam amparadas por um decreto, que permitia que permanecessem abertas até setembro deste ano, quando deveria ser substituídas. Barbosa afirma em sua decisão, que o repasse de dinheiro às agências contratadas de forma irregular configura "lesão ao erário".
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Dilma sanciona projeto do Vale-Cultura


A presidenta Dilma Rousseff sancionou, no fim da tarde da última quinta-feira, o projeto de lei que cria o Vale-Cultura, no valor de R$ 50 por mês, para trabalhadores que recebem até cinco salários mínimos (R$ 3.310). O projeto depende ainda de regulamentação e deve entrar em vigor no segundo semestre do próximo ano.
O anúncio foi feito pela ministra da Cultura, Marta Suplicy. A ministra lembrou que a iniciativa do governo Lula de criar o Bolsa Família teve como objetivo acabar com a fome e a miséria e disse que Dilma, agora, com o Vale-Cultura, "dá o alimento para a alma". Segundo a ministra, "existe uma enorme sede de conhecimento".

Funcionamento
As empresas que aderirem ao programa terão isenção de impostos de R$ 45 por vale doado e o trabalhador contribuirá com R$ 5. "Temos cerca de 17 milhões de trabalhadores que ganham até cinco salários mínimos, mas trabalhamos com muito menos. Devagarzinho, paulatinamente, exatamente como foi com a Lei Rouanet e o tíquete alimentação".
Segundo a ministra, a estimativa é que o governo deixe de arrecadar R$ 500 milhões (renúncia fiscal) se o Vale-Cultura entrar mesmo em vigor em agosto. "Depois, haverá um aumento (no número de adesões). Vai depender da adesão das empresas e do interesse do trabalhador", explicou.
A demora em instituir o Vale Cultura tem consumido o poder de compra do benefício. Desde que foi proposto no Congresso, em 2009, a corrosão já chega a 16,9%, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas, e pode atingir 20% em julho se seguir a média dos últimos três anos. "Há uma defasagem, mas nós fizemos um cálculo e, se fôssemos ampliar, ia ser muito mais complicado. Acredito que com R$ 50 por mês dá para pegar um cineminha e ainda um teatro", disse Marta.
O Vale-Cultura é cumulativo e poderá ser usado para comprar livros, ingressos de teatro, de cinema, de espetáculos de dança, disse a ministra. Marta esclareceu também que o Vale-Cultura não é obrigatório nem para as empresas, nem para os trabalhadores, mas acredita que haverá uma grande adesão. As empresas poderão usar até 1% do rendimento bruto para o benefício.

Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Amaral será contratado pelo Flamengo


Darío Bottinelli foi o primeiro a entrar na barca do Flamengo, e ela terá outros tripulantes. Nos últimos dias, o diretor de futebol rubro-negro, Paulo Pelaipe, e o técnico Dorival Júnior definiram a lista de jogadores que permancerão no clube em 2013. No próximo dia 3, a reapresentação do elenco no Ninho do Urubu terá, segundo o executivo, no máximo 23 atletas, mais aqueles que a diretoria conseguir contratar.
- Queremos trabalhar com um grupo de no máximo 28 jogadores, contando com os reforços que podem chegar a partir da próxima semana. Nos próximos dias vamos procurar os atletas que não ficarão e eles serão avisados – disse Pelaipe.
Dos jogadores em fim de contrato, o clube tenta manter apenas três: o lateral-direito Léo Moura, o meia Renato e volante Amaral. Os demais terão de seguir outro caminho: o goleiro Marcelo Carné, o zagueiro Arthur Sanches, o lateral-esquerdo Magal e os volantes Maldonado e Rômulo. Havia a intenção de renovar com o lateral-direito Wellington Silva, mas o jogador decidiu sair e fechar com o Fluminense. O empréstimo dele com o Flamengo termina na próxima terça-feira. O meia Wellington Bruno foi outro que optou por mudar de ares e deixou o clube antes mesmo do fim do contrato de empréstimo. Ele vai jogar na Ponte Preta.
Amaral será contratado. O Flamengo tem preferência na compra de 50% dos direitos econômicos, com preço pré-fixado, e irá exercer. Na próxima semana, Pelaipe terá uma reunião com o empresário do jogador e com o presidente do Nova Iguaçu, Jânio Moraes, para finalizar o negócio. Contratado por empréstimo depois do Campeonato Carioca, ele conseguiu se destacar mesmo com a campanha ruim do time no Brasileiro e terminou o ano como titular de Dorival.
Nos casos de Léo Moura e Renato, o Flamengo espera uma resposta. A dupla recebeu uma proposta de renovação da nova diretoria. Antes da eleição, o diretor de futebol Zinho, que se despediu do clube nesta sexta, negociou com os agentes dos jogadores. Com Léo Moura, ficou decidido que o contrato seria de dois anos. As partes tinham um acordo verbal. No caso de Renato, ampliação por uma temporada. Ambos têm 34 anos e pretendem encerrar a carreira no Rubro-Negro. Entretanto, a permanência virou ponto de interrogação com a mundança na presidência. Além do tempo de contrato, a gestão de Eduardo Bandeira de Mello quer implantar uma nova política financeira e ela passa por renegociações de valores de salário.
Além de optar por não renovar contratos, o Flamengo estuda o empréstimo de alguns atletas. A definição depende do resultado das tentativas de reforçar o grupo.
A situação dos jogadores em fim de contrato:

Magal: chegou ao clube por indicação de Vanderlei Luxemburgo, teve chances como titular, mas jamais se firmou. Foi assim também com Joel Santana e Dorival. Na reta final do Brasileiro, deixou de ser relacionado e vai sair na virada do ano.
Maldonado: o contrato do chileno chega ao fim depois de o volante ficar quase um ano inteiro sem jogar por conta de lesões no joelho esquerdo. É querido por todos, mas enfrentou muitos problemas físicos. Completa 33 anos em janeiro.
Arthur Sanches: o zagueiro chegou ao Flamengo por indicação de Joel Santana e teve poucas chances com o ex-treinador. Sem espaço na equipe de Dorival, não ficará em 2013.
Rômulo: assim como Maldonado, convive com problemas físicos. O volante jogou com Joel, mas depois perdeu espaço. Não será aproveitado.
Marcelo Carné: em agosto, teve o contrato renovado até 31 de dezembro. Carné é o terceiro goleiro, atrás de Felipe e Paulo Victor, e ficou no banco em algumas partidas. Em 2013, no entanto, César e Douglas, que eram da base, vão trabalhar entre os profissionais de forma permanente.

Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Governo britânico lança propaganda em que tumor cresce em cigarro

Propaganda de cigarro- matéria BBC (Foto: BBC)
O governo da Grã-Bretanha lançou uma série polêmica de propagandas contra o cigarro.Em um vídeo , a campanha afirma que, quando uma pessoa fuma, os componentes químicos inalados causam mutações no corpo e uma mutação é como um câncer começa.
Depois disso, o tumor começa a crescer no próprio cigarro.
O objetivo é mostrar que mesmo poucos cigarros fazem mal à saúde e atingir aqueles que pensam que os perigos associados ao tabagismo são exagerados.
O Departamento de Saúde britânico afirmou que quer alcançar todos os fumantes, mas principalmente os jovens que não tinham visto propagandas mais fortes antes.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

DEUS TUDO VÊ!

Confiar no amor
Leitura: Lamentações 3:13-26
 As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim. —Lamentações 3:22
Talvez a mais dolorosa declaração que uma pessoa possa ouvir é: “Não o amo mais.” Essas palavras terminam relacionamentos, partem corações e despedaçam sonhos. Frequentemente, pessoas que foram traídas se resguardam contra a dor futura decidindo-se a não confiar novamente no amor de alguém. Essa convicção pré-estabelecida pode até incluir o amor de Deus.
O que é notável sobre o amor de Deus por nós é a Sua promessa de que nunca terá fim. O profeta Jeremias enfrentou circunstâncias devastadoras que o deixaram emocionalmente esgotado (Lamentações 3:13-20). Seu próprio povo rejeitou seus repetidos apelos para responderem ao amor de Deus e segui-lo. Num momento de depressão, Jeremias disse: “…já pereceu […] a minha esperança no Senhor” (v.18).
Contudo, em seu momento mais sombrio, Jeremias considerou o infalível amor de Deus e escreveu: “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade. A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto, esperarei nele” (Lamentações 3:22-24). Uma pessoa pode fazer o voto de amar-nos para sempre, mas não manter essa promessa; o amor de Deus, porém, permanece firme e seguro. “…o Senhor, vosso Deus, é quem vai convosco; não vos deixará, nem vos desamparará” (Deuteronômio 31:6). Esse é um amor no qual podemos confiar.
O amor de Deus nunca falha.
Por:Damiana Sheylla

IPVA terá redução de 10,5%


O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Rio Grande do Norte terá redução média de 10,5% em 2013 no Rio Grande do Norte. Segundo o secretário estadual de Tributação, José Airton, o percentual, anunciado ontem, é uma previsão calculada com base na renovação da frota. "A redução é um processo natural ao longo dos anos quando há uma renovação de carros circulando", disse. Por outro lado, ainda de acordo com o secretário, a arrecadação será maior, visto que os carros antigos e desvalorizados passarão a ter compradores que antes não tinham automóveis. "A arrecadação aumentará também devido à renovação dessa frota, que desvaloriza os veículos da frota antiga e que passam a ser adquiridos por um preço menor por vários outros compradores", disse.
O pagamento do IPVA varia de acordo com cada veículo. Dos proprietários de caminhões e ônibus vão ser recolhidos 1% do valor venal, que é uma estimativa que o Poder Público realiza sobre o preço de determinados bens. Para motocicletas até 200 cilindradas, o valor da alíquota é de 2% e para os demais veículos de 2,5%.
O calendário de pagamentos está atrelado à placa de cada veículo e pode ser feito em conta única com desconto de 5% ou parcelado em três vezes. O boleto é enviado através dos Correios, juntamente com a taxa de licenciamento e o seguro obrigatório. É concedida isenção para veículos com mais de 10 anos, taxistas, mototaxistas, bugueiros, deficientes físicos, transporte escolar, transporte coletivo urbano, veículos elétricos, veículos de até 50 cilindradas e para motos para trabalhador rural.
Pesquisa de preços no mercado de usados realizada pela agência AutoInforme/Molicar e divulgada em novembro já previa uma redução superior a 10% no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores para a maioria dos veículos de passeio a partir do próximo ano. A queda, segundo a pesquisa, seria reflexo da depreciação do valor dos usados - acentuada pela redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para veículos novos. Para algumas marcas e modelos, a queda poderia ser ainda maior, segundo a agência.
"O IPVA é determinado pelo valor de mercado do veículo usado, que está em queda. É natural que o imposto fique menor", disse na época da divulgação da pesquisa, José Benhur,  subdiretor de Controle de IPVA, da Secretaria Estadual de Tributação (SET).
Segundo o Sindicato de Revendedores de Carros Usados do RN, houve uma desvalorização de 10% a 15% no preço dos usados com a redução do IPI para os veículos novos. Isto porque, o preço dos seminovos se baseia na tabela dos 0km. Segundo a  pesquisa da AutoInforme, os veículos fabricados e vendidos neste ano perderam 9,33% do valor. Em 2011 a  perda foi de 10,82%. Em 2010 chegou a 11,83% e em 2009 a 10,63%, na média geral - quando se considera todas as marcas e modelos.
A desvalorização, como esclarece a agência, tende a ser mais acentuada quanto mais novos forem os veículos, uma vez que a maior perda de valor ocorre nos primeiros anos de uso. Após alguns anos, os veículos continuam sendo depreciados, mas em percentual menor.
O IPVA é uma das principais fontes de receita do governo, junto com o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Bens e Mercadorias). Só no ano passado, o estado arrecadou R$ 185,66 milhões com o imposto - o valor foi 21,3% maior que o arrecadado em 2010 (R$ 153 milhões).
O Rio Grande do Norte tem uma frota de 885.826 veículos automotores, dos quais 93% são particulares. Um terço da frota está registrada em Natal.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Médicos do Estado pedem demissão por causa dos baixos salários

Médicos pertencentes ao quadro de funcionários do Governo do Estado estão pedindo demissão. A justificativa seria os baixos salários pagos pela administração pública e a possibilidade de ganhar até quatro vezes mais prestando serviços por meio das cooperativas. A informação é do presidente do Sindicato dos Médicos do RN (Sinmed), Geraldo Ferreira.
 De acordo com Geraldo, a baixa remuneração e as más condições de trabalho têm levado os médicos, principalmente aqueles em início de carreira, a deixar o serviço público. “Há uma fuga de profissionais do Estado devido a melhores propostas dos setores privados e até mesmo de outros estados que já implantaram o piso nacional da categoria”, informou o médico.
 Nesta sexta-feira (28), o Sinmed realiza um protesto contra o Governo no cruzamento da Avenida Rio Branco com Rua João Pessoa, no centro de Natal, a partir das 8h30. Entre os pontos citados acima, a categoria, oficialmente em greve há oito meses, pede o fim das terceirizações no atendimento médico tanto no Estado quanto nos Municípios.
 “A terceirização é ruim. Ela enfraquece a luta dos profissionais por uma melhor remuneração e por uma carreira no serviço público. Quando o médico que atende à população vem de uma cooperativa, não se sabe qual é a formação dele, se ele é qualificado ou não para atender a demanda da população”, relata Geraldo.
 O presidente do Sinmed informou ainda que o sindicato tem ações na Justiça contra a terceirização do atendimento médico. “A população precisa entender que é o dinheiro dela que está indo pelo ralo. Veja o exemplo da UPA de Pajuçara, que, ao ser administrada por um interventor, passou a economizar R$ 1,1 milhão por mês”, exemplificou.
 A assessoria da Secretaria de Saúde Pública do Estado informou que o pedido de demissão de médicos é normal, como o de qualquer outra profissão. Ainda segundo a Sesap, a taxa de pedidos de demissão dessa categoria está dentro do aceitável. 
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Juro menor e isenção de tarifa para funcionalismo


O Bradesco anunciou ontem pacote de benefícios para os 460 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas do Estado do Rio. Entre as novidades, a redução da taxa de juros de empréstimo e isenção da cesta de tarifas. Prevista para terminar no dia 31, a promoção com a cesta de tarifas foi prorrogada para 31 de dezembro de 2014.
Com a adoção da  portabilidade (migração de um banco para outro), as medidas divulgadas valem tanto para reter o servidor na instituição bancária quanto para atrair novos correntistas. Assim, o banco reduziu a taxa de juros do crédito consignado para contratos de 25 a 60 meses:dos atuais 1,40% por mês para 1,35% a partir de 1º de janeiro. Já os cartões de crédito estarão isentos de anuidade até o final de 2014.
Diretor executivo adjunto do Bradesco, Altair Antônio de Souza disse que as taxas serão mantidas por prazo indeterminado e acompanharão a movimentação do mercado.
O banco também reduziu em até 43% as taxas de juros do limite de crédito pessoal pré-aprovado, que pode ser contratado pelo telefone ou internet banking. As taxas serão de 2,30% a 2,90% até 40 meses e serão válidas entre 1º de janeiro a 31 de março de do ano que vem.

Conforme Antônio de Souza, a redução das taxas do limite de crédito pessoal é uma ajuda do banco para os servidores que precisam de um dinheiro adicional para conseguir pagar todas as responsabilidades do começo de ano, como IPVA, IPTU e material escolar. O Bradesco também decidiu manter o cheque especial com 10 dias sem juros, quando o servidor estadual precisar de dinheiro em casos imprevistos.
Para quem usa cartão de crédito com frequência, o banco criou um pacote de benefício exclusivo que pode ser conferido em detalhes na página ao lado. O diretor executivo adjunto também anunciou que o banco vai modernizar e abrir novas agências em todo o estado até 2014. Antonio de Souza, no entanto, não revelou o quantitativo.
PROMOÇÃO
Entre fevereiro e junho de 2013 os servidores estaduais que utilizarem cartão de crédito das bandeiras Visa, Mastercard e Elo poderão reverter 20% dos gastos em crédito na fatura do mês seguinte.
ESTABELECIMENTOS
Para ter direito ao benefício, o servidor terá que utilizar o cartão de crédito nos 1.500 estabelecimentos do Estado do Rio credenciados no Programa Pré Compensa. A lista das lojas está no site www.bradescocartoes.com.br.
VALOR MÍNIMO
Outra exigência do banco é que o servidor gaste R$ 50 por transação.
VALOR MÁXIMO
Os 20% de reversão em crédito na fatura estão limitados a R$ 150 por mês. Sendo assim, quem gastar R$ 750 nos estabelecimentos credenciados, vai receber R$ 150 em crédito na próxima fatura.
RESGATE
O servidor poderá resgatar o valor a partir do 7º dia da compra. O prazo termina 45 dias depois da transação. O resgate tem que ser feito pelo mesmo site citado.
‘MAIS UM GANHO’
O diretor executivo adjunto do Bradesco, Altair Antônio de Souza, defendeu que o servidor terá “mais um ganho”, já que os 1.500 estabelecimentos credenciados no programa já oferecem descontos exclusivos para os clientes que possuem cartão de crédito do banco. 
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Mínimo custará R$ 1,88 bilhão


O aumento de R$ 56 no salário mínimo, a partir de 1º de janeiro, vai provocar impacto de R$ 1,88 bilhão nas contas das prefeituras no ano que vem.
O cálculo é da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho e Emprego.
O salário mínimo atual, de R$ 622, passará para R$ 678, como determina o Decreto 7.872 publicado ontem (26) no Diário Oficial da União. O aumento leva em consideração a inflação de 2012 mais o crescimento da atividade econômica do ano anterior, como forma de recuperar o poder de compra do salário mínimo. Essa política, de acordo com o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, tem sido “bastante salutar para a população”, mas ele adverte que um acréscimo de 9% no salário mínimo “pode causar problemas de caixa às prefeituras, porque pressiona fortemente as folhas de pagamento dos municípios que têm baixa arrecadação”.
O valor do salário é calculado com base no percentual de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do ano retrasado mais a reposição da inflação do ano anterior pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Em 2011, a variação do PIB foi de 2,73%, e a inflação de 2012 medida pelo INPC, de 6,1%.

Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Conca diz que lutou sozinho para voltar ao Fluminense

 Conca e Ibson no jogo das Estrelas  (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)
Conca está animado por estar no Brasil, mas sabe que esta felicidade tem data para terminar. De férias no país, ele terá de voltar para a China, o que não era seu desejo, o que explica o semblante abatido ao falar sobre o assunto . A vontade do argentino era deixar o Guangzhou Evergrande, apesar de ter contrato até o final de 2013, e retornar ao Fluminense. Nesta quinta-feira, o argentino participou do Jogo das Estrelas, promovido por Zico no Morumbi, e revelou que não teve muito apoio para colocar os planos em prática.
- Da minha parte, tentei fazer o que podia, mas acontece que do outro lado tem um contrato também. Vou tentar desfrutar um pouco as férias porque desgasta muito, com advogados, tentando a liberação. Fiquei sozinho nesta tentativa de liberação e, às vezes, a gente não desfruta das férias por estar pensando em outras coisas - lamentou.
Apesar de receber um salário altíssimo na China (R$ 29 milhões por ano), ele não esconde o desejo de deixar o país e voltar a atuar no futebol brasileiro. Ídolo do Flu, onde foi o grande nome da conquista do Campeonato Brasileiro de 2010, o meia argentino tinha planos de retornar, atendendo também ao desejo da sua família.
Ao falar da participação no Jogo das Estrelas, que terminou empatado em 4 a 4 graças a um belo gol seu no minuto final, o meia deixou claro que se sente muito bem no Brasil, onde chegou em 2007 - veio para defender o Vasco e depois se transferiu para o Tricolor carioca, onde atuou de 2008 a 2011.
- É bom voltar a um lugar onde me sinto bem, minha família se sente muito bem aqui também, e jogar ao lado de grandes jogadores e do Zico, que é um dos melhores do mundo. Fico feliz de estar participando de uma festa tão bonita.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

Mantega prevê PIB de 4%


O ministro da Fazenda, Guido Mantega, declarou nesta quinta-feira (27) que mantém em 4% sua previsão para o crescimento da economia brasileira, valor que está acima dos 3,3% de expansão estimados pelo mercado financeiro para o ano que vem. Disse também que os bancos públicos – Banco  do Brasil e Caixa – continuarão a reduzir taxas de juros.
"Em 2013, a economia vai começar muito melhor do que começou em 2011. Em 2011, os juros estavam altos. Tínhamos algum tributo que estamos tirando. Não tinha redução de energia elétrica e o câmbio estava desfavorável", declarou ele em entrevista exclusiva ao G1. ministro da Fazenda também falou ao jornalista João Borges, da Globo News. A entrevista foi exibida no Jornal das Dez (veja no vídeo ao lado).
Segundo Mantega, o ano de 2013 começará com "condições muito melhores". "Vamos ter redução de energia elétrica, vamos começar com os juros mais baixos da nossa história, ou seja, com custo financeiro reduzido, com um câmbio mais elevado, a R$ 2, R$ 2 e pouquinho [cotação do dólar]. Em janeiro de 2012, era de R$ 1,65", afirmou o ministro da Fazenda.
Em sua visão, a taxa de câmbio pouco acima de R$ 2 por dólar dá mais competitividade para o setor industrial. "Então, nós terminamos este ano com o setor industrial crescendo 1,5% no terceiro trimestre e com a agricultura está indo bem. E esperamos uma melhoria do setor de serviços, que no terceiro trimestre deixou a desejar [no terceiro trimestre de 2012]", acrescentou.
Segundo o ministro da Fazenda, a indústria, que pode registrar queda neste ano, deve ter um crescimento de 3,5% a 4% em 2013, além da taxa de investimento avançar 8%, em sua previsão. "A agricultura tem tudo para ir bem. O mundo está comendo mais e precisa de mais produtos agrícolas. Estamos expandindo nossa produção e vão começar em 2013 uma parte das concessões . Vamos começar estradas, ferrovias", afirmou.
JurosSobre as taxas cobradas nas operações de crédito disse que os bancos públicos continuarão reduzindo suas taxas para os clientes em 2013, mesmo com a perspectiva do mercado financeiro de que a taxa básica da economia, definida pelo Banco Central a cada 45 dias, permaneça estável em 7,25% ao ano até o fim do ano que vem.
"Os bancos públicos vão continuar reduzindo os juros. Apesar de os juros terem caído bastante ultimamente, ainda estamos defasados em relação ao resto do mundo. No Brasil, se pratica juros elevados. Então, temos condições de ter uma trajetória benigna em relação aos juros", declarou ao G1.
Nesta quinta-feira pela manhã, Mantega se reuniu com os principais bancos do país. Estavam representados, no encontro Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Safra, Santander, HSBC, Caixa Econômica Federal e Citibank. Segundo o ministro, a reunião foi para fazer uma avaliação de 2012 e traçar perspectivas para o ano que vem.
"Avaliamos que 2012 foi um ano difícil, um ano de adaptação às novas condições. Foi um ano em que baixamos os juros, foi uma queda grande [de 12,5% ao ano em agosto de 2011 para 7,25% ao ano em dezembro de 2012]. E isso obriga os bancos a se adaptarem. Antes, eles ganhavam mais com tesouraria, aplicando em títulos públicos. Agora, se eles quiserem ganhar pouquinho, eles podem continuar com títulos públicos. Só que é mais interessante eles emrpestarem o dinheiro para a produção, para o consumo", disse ele.
Mantega lembrou que os bancos que liberaram mais recursos, em 2012, foram os públicos. "Mas porque os bancos privados não quiserem liberar crédito. Os bancos têm essa natureza mais conservadora. Quando a economia está em crise, como a economia mundial em 2012, eles se retraem. É quase uma reação instintiva dos bancos. Eles [bancos privados] vão voltar em 2013. Já começaram a aumentar um pouco o crédito no fim de 2012. Estão sentindo mais segurança", afirmou o ministro. Segundo ele, as instituições privadas podem crescer mais do que os bancos públicos no próximo ano.
Postado Por:Daniel Filho de Jesus

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

DEUS TUDO VÊ!

Eloquente, mas humilde
Leitura: Atos 18:24-28
 [Deus] Guia os humildes na justiça e ensina aos mansos o seu caminho. —Salmo 25:9
Admiro as pessoas capazes de articular suas crenças e persuadir outras com sua retórica. Alguns chamam a isso “o dom da loquacidade” ou “ter jeito com as palavras”. Outros chamam “eloquência”.
Apolo tinha esse dom. Lemos que ele era “eloquente e poderoso nas Escrituras” (Atos 18:24). Mas, embora ensinasse com precisão a respeito de Cristo, ele pregava somente sobre o batismo de João, que era um batismo de arrependimento do pecado (v.25; 19:4).
Apolo tinha conhecimento dos ensinamentos de Jesus, mas pode não ter sabido de Sua morte e ressurreição e que o Espírito já viera (Atos 2). Seu ensino era incompleto, porque ele não sabia sobre estar cheio do Espírito para ter poder diariamente.
Então, Priscila e Áquila — um casal amigo de Paulo — convidaram Apolo à sua casa para corrigir seu ensino. Embora tivesse muita cultura e conhecesse bem as Escrituras, Apolo aceitou com humildade a instrução que eles lhe deram. Como resultado, Apolo foi capaz de continuar seu ministério, mas com novo entendimento.
O Salmo 25:9 nos lembra que Deus “Guia os humildes na justiça e ensina aos mansos o seu caminho.” Se tivermos um espírito de humildade, poderemos ser ensinados por Deus e ser usados para tocar as vidas de outras pessoas.
O lugar da humildade é o lugar de poder.
Por:Damiana Sheylla

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VOLTE LOGO!

PROG.COISAS DA GENTE DE SEG Á SEXTA FEIRA DAS 5:00 AS 06:00Hs.

PROG.COISAS DA GENTE DE SEG Á SEXTA FEIRA DAS 5:00 AS 06:00Hs.
E ESTAÇÃO POPULAR AS 13:00Hs.SABADO COM APRESENTAÇÃO E SONOPLASTIA DE DANIEL FILHO NA LUTA FM-APODI-RN-tel:(84)3333-2854

PROG. ALVORADA SERTANEJA(FORA DO AR)

PROG. ALVORADA SERTANEJA(FORA DO AR)
AGUARDEM

AREIA BRANCA-RN

AREIA BRANCA-RN
PORTO ILHA AREIA BRANCA-RN -Em 1974 foi inaugurado o porto-ilha de Areia Branca, o principal escoadouro do sal produzido no Rio Grande do Norte para o mercado brasileiro. Situado 26 quilômetros a nordeste da cidade e distante da costa cerca de 14 milhas, consiste em um sistema para carregamento de navios com uma ponte em estrutura metálica com 398m de comprimento. O cais de atracação das barcaças que partem de Areia Branca tem 166m de extensão e profundidade de 7m. Ali o sal é descarregado para estocagem em um pátio de 15.000m2 de área e capacidade para 100.000t. O porto-ilha movimenta em média 7000 toneladas de sal por dia.

MINHA CIDADE -

MINHA CIDADE -
AREIA BRANCA MINHA TERRA - A cidade de Areia Branca começou como uma colônia de pescadores na ilha de Maritataca, à margem direita do rio Mossoró, diante do morro do Pontal, que marca a divisa entre as águas do rio e do oceano. A primeira casa de tijolos foi construída ali em 1867. Areia Branca é hoje um município de 23.000 habitantes e 374 quilômetros quadrados.

SE VOCÊ NÃO SABIA FIQUE SABENDO...O NOME COMPLETO DE D.PEDRO 1





Pedro de Alcântara Francisco António João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon







Ordem: 1.º Imperador do Brasil



Início do Império: 7 de Setembro de 1822



Término do Império: 1831



Aclamação: 12 de outubro de 1822, Capela Imperial, Rio de



Janeiro, Brasil



Predecessor: nenhum



Sucessor: D. Pedro II



Ordem: 28.º Rei de Portugal



Início do Reinado: 10 de Março de 1826



Término do Reinado: 2 de Maio de 1826



Predecessor: D. João VI



Sucessor: D. Miguel I



Pai: D. João VI



Mãe: D. Carlota Joaquina



Data de Nascimento: 12 de Outubro de 1798



Local de Nascimento: Palácio de Queluz, Portugal



Data de Falecimento: 24 de Setembro de 1834



Local de Falecimento: Palácio de Queluz, Portugal



Consorte(s): D. Leopoldina de Áustria,



D. Amélia de Leutchenberg



Príncipe Herdeiro: Princesa D. Maria da Glória (filha),



Príncipe D. Pedro de Alcântara (filho)



Dinastia: Bragança